São Paulo vai votar pela Independência

No dia 9 de outubro, dia da eleição municipal, os eleitores de muitas cidades paulistas poderão também manifestar, pelo voto, seu desejo de independência, por meio do Sampadeus, quando 'Sampa vai dar adeus ao Brasil'

Esta iniciativa está sendo organizada pelo São Paulo Livre, com a ajuda de representantes e voluntários locais em dezenas de cidades paulistas. Veja mais detalhes desta consulta abaixo, e se quiser, venha fazer parte do time de voluntários que vai participar ativamente de nossa votação.



Até agora, 80 municípios no atual Estado de São Paulo já confirmaram sua participação no Sampadeus, essa grande votação paulista. No dia da votação, os eleitores paulistas poderão, voluntariamente, dar sua opinião sobre a atual situação política, respondendo a duas perguntas:


"'Você está insatisfeito com o jeito como São Paulo está politicamente representado na República Federativa do Brasil?"

( ) Sim   ( ) Não

"Você gostaria que São Paulo se tornasse um país independente?"

( ) Sim   ( ) Não


Municípios participantes da votação do Sampadeus:

  • São Paulo (capital)
  • Águas de Santa Bárbara
  • Andradina
  • Arandu
  • Araraquara
  • Araras
  • Arujá
  • Assis
  • Atibaia
  • Baureri
  • Buri
  • Campinas
  • Carapicuiba
  • Cosmópolis
  • Cotia
  • Cravinhos
  • Cubatão
  • Cunha
  • Dracena
  • Embu das Artes
  • Embu-Guaçu
  • Fernandópolis
  • Guararapes
  • Guaratinguetá
  • Guarujá
  • Guarulhos
  • Guarantã
  • Hortolândia
  • Ibiúna
  • Ilhabela
  • Indaiatuba
  • Indiana
  • Itanhaém
  • Itapetininga
  • Itapevi
  • Itapira
  • Itu
  • Jacareí
  • Jundiaí
  • Juquiá
  • Limeira
  • Lorena
  • Matão
  • Mauá
  • Mogi das Cruzes
  • Moji-mirim
  • Monte Alto
  • Monte Aprazível
  • Nova Odessa
  • Osasco
  • Pauliceia
  • Paulínia
  • Pindamonhangaba
  • Piracicaba
  • Piraju
  • Pirassununga
  • Potim
  • Praia Grande
  • Ribeirão Preto
  • Rio Grande da Serra
  • Salto
  • Santo André
  • Santos
  • São Bernardo do Campo
  • São Carlos
  • São João da Boa Vista
  • São Jose do Rio Preto
  • São José dos Campos
  • São Roque
  • São Simão
  • São Vicente
  • Serra Negra
  • Sorocaba
  • Sumaré
  • Suzano
  • Tanabi
  • Taquaritinga
  • Tupã
  • Valinhos
  • Votorantim

As cidades em negrito já estão com pelo menos um posto de votação confirmado. Se sua cidade ainda não está em negrito, significa que faltam voluntários para garantirmos a votação neste município. Quer ajudar? Entre em contato conosco (botão no final desta página) e torne-se um voluntário. Com sua ajuda, vamos levar o Sampadeus para sua cidade!

Passo 1

Vá ao nosso
posto de votação

Antes de sair de casa, informe-se em nosso site sobre o local do posto de votação do SPL mais próximo - os endereços dos postos estarão publicados em nosso portal nos dias anteriores a 9 de Outubro.

Passo 2

Identifique-se para
nossa equipe de apoio

Ao chegar no posto de votação do SPL, informe seu nome completo ao mesário do SPL, e apresente um documento com foto (pode ser seu título de eleitor, RG ou mesmo a Carteira de Motorista) para nossa equipe de apoio.

Passo 3

Receba uma cédula, vá
para a cabine e vote

Você receberá uma cédula de papel impressa com as duas perguntas do Sampadeus. Vá para trás da cabine de votação, faça sua escolha marcando um 'X' a caneta nas opções de sua escolha, e dobre a cédula.

Passo 4

Deposite a cédula dobrada,
com seu voto, na urna

Pegue sua cédula dobrada, saia de trás da cabine de votação, e deposite seu voto na urna lacrada do posto do SPL. Parabéns, você votou no Sampadeus! O resultado da votação será anunciado pelo SPL na imprensa.

Dúvidas mais comuns, respondidas


Clique no botão amarelo para ver as respostas

O Sampadeus será uma consulta junto a uma parcela do eleitorado do estado de São Paulo, que se que se dará por meio de votação com cédulas de papel depositadas em urnas físicas. Nesta sondagem, o SPL quer saber sobre o atual nível de insatisfação com sua representatividade política do Estado na Federação brasileira, e também sobre a opinião do eleitorado paulista sobre um eventual processo de secessão pacífica e democrática de São Paulo, e sua consequente transformação num país independente.

Dentre os objetivos do SPL para realizar esta consulta junto ao eleitorado paulista, podemos destacar a necessidade de determinar, por meio de uma amostragem relativa de eleitores, qual a porcentagem dos paulistas favoráveis à independência de São Paulo. A partir do momento em que este desejo pela liberdade seja evidenciado pela consulta, o problema da secessão paulista passará a ser um tema de interesse nacional, e passará a ter também a atenção da comunidade internacional.

Não, em todos não. Os locais em que haverá postos de votação serão escolhidos para facilitar o acesso da maioria dos eleitores do bairro, cidade ou região votante. O SPL tende a escolher praças e calçadões para a instalação dos postos de votação.
Para deixar a localização dos postos de votação mais fácil, o SPL disponibilizará em seu portal, duas semanas antes da eleição, os endereços exatos de cada posto de votação nas cidades que confirmaram sua participação na consulta.

Apesar dos postos de votação do SPL ficarem próximos, nada impede que uma pessoa, com domicílio eleitoral em São Paulo, possa ir votar para prefeito numa parte da cidade, ou num outro município, e depois votar no Plebiscito Consultivo, em outro bairro ou mesmo em outro município.
Por isso é feita a anotação e checagem do título de eleitor de cada votante no Plebiscito Consultivo - assim impediremos que alguém queira votar duas vezes, ainda que em bairros ou mesmo municípios diferentes, garantindo assim a lisura dos resultados finais da votação.

Todos aqueles que tiverem domicílio eleitoral no estado de São Paulo, quando da época da votação, poderão votar no Sampadeus. Feliz ou infelizmente, pessoas com domicílio eleitoral em outros estados não poderão participar, ou seja, não receberão as cédulas de nossa equipe para votar, mesmo que insistam. Por isso, no dia da votação, checaremos o domicílio eleitoral do todo aquele que for votar no Sampadeus.

O Sampadeus não possui nenhuma validade legal, já que se trata de uma consulta organizada por uma ONG.
Mas aos olhos do Direito Internacional, entendemos que temos respaldo nos diversos pactos e resoluções internacionais, dentre os quais aqueles que subscritos e aceitos pelo Brasil junto às Nações Unidas, já que uma parcela do povo paulista terá expressado democraticamente a sua opinião em relação a questão da secessão e de seu desejo de constituir uma nova nacionalidade e um novo país – São Paulo.

Sim, está planejado que o Sampadeus será amplamente divulgado, a partir de julho, nas mídias sociais. É nossa ideia envolver alunos de propaganda e marketing, produção e edição de vídeos e de jornalismo para criarem comerciais, cartazes, pôsteres e vídeos apoiando o Sampadeus, e incentivando os eleitores paulistas a votarem a favor da liberdade para São Paulo.
Tal campanha de envolvimento dos universitários na divulgação do Sampadeus está sendo coordenada pelo Núcleo de Comunicação (NuC) do SPL.

Absolutamente não, pois em termos legais, esta consulta, organizada pelo SPL, é simplesmente uma pesquisa de opinião, onde as pessoas, de maneira pacífica, ordeira e democrática, poderão dar sua opinião sobre os dois temas propostos (representação política estadual atual / apoio à secessão paulista).
Por se tratar de uma consulta de uma associação, e não uma declaração de independência unilateral, não haverá nenhum problema jurídico para quem divulgar esta consulta, ou mesmo atuar como voluntário do SPL no dia da votação.

Quer ajudar o SPL na votação? Seja um voluntário!

Há diferentes maneiras de apoiar o Sampadeus: divulgue entre seus parentes e conhecidos, torne-se um voluntário e nos ajudar a levar a consulta para sua cidade, ou contribua com qualquer valor para que o SPL compre urnas, cabines de votação e imprimas as centenas de milhares de cédulas que serão usadas no dia da votação.

Participe        Contribua